Arroz e feijão: aliados ou inimigos da dieta? Nutricionista explica

16


A combinação ajuda na carga glicêmica da refeição e gera maior sensação de saciedade

Que os carboidratos não devem ser deixados de lado na alimentação você já sabe. E quando você pensa neles, quais os alimentos que vêm na sua cabeça? Batata doce? Arroz integral? Mas, se você adora a combinação do arroz com feijão, por que deixá-la de lado? O nutricionista Renato França mostra que não é preciso. Confira:

Foto: Instagram @nutricionistarenatofranca
Foto: Instagram @nutricionistarenatofranca

Em sua conta no Instagram, o nutricionista mostra que uma porção de 100g de arroz branco com feijão (aproximadamente 3 colheres de sopa de cada) possui menos carboidratos, menos calorias e mais fibras do que 100g de apenas arroz integral.

Se fosse arroz integral com feijão, a combinação teria mais fibras e micronutrientes. Mas, Renato afirma que quer chamar atenção para o consumo do feijão. O alimento agrega mais fibras no prato, ajudando na carga glicêmica da refeição e gerando maior sensação de saciedade.

“Independente do objetivo, não tem porque abandonar esse hábito saudável da alimentação brasileira, exceto se não gostar do sabor ou se não quiser. Se estiver calculado corretamente na dieta, além de não atrapalhar, ainda pode ajudar na obtenção dos resultados da dieta. Tem dúvidas do que deve evitar ou priorizar? Procure um bom nutricionista para te auxiliar”, recomenda Renato.