Óleo de coco: saiba seus benefícios

648

O óleo de coco pode ser uma opção saudável para quem quer emagrecer com saúde. É extraído a partir da prensagem a frio da massa do coco fresca, e composto por ácidos graxos saturados e gorduras saudáveis, importantes para o bom funcionamento do organismo.

Benefícios do Óleo de coco

O óleo Possui em sua composição gorduras saturadas e ácidos graxos de cadeia média, que tem ação termogênica e pode facilitar a oxidação de gordura no fígado, sendo utilizada como fonte de energia. Também possui outros benefícios, como:

  • Pode ser usado para hidratação dos cabelos, deixando os fios macios e saudáveis.
  • Possui função antibacteriana, antiviral e antifúngica, devido a presença do ácido láurico
  • Possui ação antioxidante

Como utilizar o óleo de coco?

O óleo de coco está disponível em duas formas, em forma líquida ou pastosa e em cápsulas, ambos possuem os mesmos benefícios do óleo de coco. Quando disponível em cápsulas, é de fácil e prático consumo. Já o consumo do óleo de coco na forma líquida ou pastosa, pode ser utilizado como um substituto dos óleos vegetais convencionais (óleo de soja, canola, girassol, milho e oliva) no preparo de alimentos, como arroz, bolos, omeletes, entre outras receitas.

Óleo de coco na alimentação

O óleo de coco é um alimento muito nutritivo, podendo ser usado na alimentação como substituto sem lactose para manteiga, por exemplo. Também pode ser ingerido em cápsulas concentradas, para que seus efeitos sejam sentidos com mais intensidade.

Por possuir uma boa absorção e uma grande variedade de nutrientes, o óleo de coco acaba sendo uma boa opção para ajudar a, por exemplo, melhorar o intestino.

Óleo de coco caseiro

O óleo de coco encontrado nos mercados é muito caro, o que o torna, para muitas pessoas, inacessível. Mas não se preocupe! Ainda tem como você se aproveitar dos benefícios do óleo de coco sem gastar muito dinheiro. Basta prepará-lo em casa.

Existem 3 diferentes formas de fazer óleo de coco caseiro. São métodos simples e fáceis de ser aplicados, fazendo com que você não deixe de aproveitar nada, além de testar um pouco das suas habilidades na cozinha!

Vale lembrar que, nos 3 métodos, você deve utilizar o coco seco ou maduro, ao invés do coco verde.

Método do “Moinho úmido”

Você vai precisar de:

  1. 1 coco maduro fresco;
  2. 1 martelo ou cutelo;
  3. 1 faca de aparar afiada ou 1 colher resistente;
  4. 1 processador de alimentos (liquidificador);
  5. 1 filtro de café ou pano;
  6. 1 jarra de vidro de boca larga.

1. Retire a água do coco

O coco possui três “marquinhas” redondas na sua casca. Primeiramente, encontre a marquinha mais mole e a fure com uma faca. Através desse buraco, você vai conseguir tirar toda a água de coco e colocá-la num recipiente separado.

2. Abra o coco

Abrir o coco é muito simples. Você só precisa de um martelo e de um pouquinho de paciência.

Bata o martelo com delicadeza no meio do coco. Vá girando a fruta na sua mão e dando mais pancadas na casca uniformemente, seguindo a mesma linha imaginária. Depois de um número suficiente de pancadas, o coco vai abrir naturalmente, se dividindo em dois pedaços uniformes.

Você também pode usar um cutelo afiado para abrir o coco, sempre tomando cuidado para não se cortar.

3. Separe a carne do coco

Use uma faca afiada ou uma colher resistente para raspar toda a carne do coco da casca. Separe o material para uso posterior. Em seguida, corte todo o material obtido em pequenos pedaços para facilitar o seu processamento.

4. Use o liquidificador

Coloque os pedaços pequenos que você separou dentro do liquidificador e ligue o aparelho na velocidade média, batendo o coco até que ele fique bem picado.

Se necessário, adicione um pouco de água para ajudar a misturar melhor.

5. Filtre o leite de coco

Coloque um filtro de café ou de pano sobre uma jarra de boca larga (você também pode usar um pano de prato). Despeje uma pequena quantidade da mistura de coco no pano. Enrole o pano em volta da mistura e esprema o leite de coco na jarra.

6. Deixe o óleo assentar

Com o jarro destampado, deixe o leite que você acabou de extrair descansar por 24 horas. Conforme se assenta, o leite de coco e o óleo vão se separar um do outro e uma camada coalhada aparecerá na parte superior do frasco.

Se você quiser, também pode refrigerar o frasco para que a coalhada endureça mais rapidamente. Caso contrário, deixe o frasco numa sala vazia.

7. Retire a coalhada

Com uma colher, retire a coalhada da parte superior do jarro e a descarte. O óleo de coco virgem é o que deve ficar na jarra.

Método de Processo Frio

Você vai precisar de:

  1. 1 desidratador de alimentos;
  2. 1 juicer.

1. Use coco seco ou desidratado

Você pode comprar flocos de coco seco sem açúcar na sua loja de preferência, certificando-se que o único ingrediente que o pacote contenha seja coco. Se você quiser começar com carne de coco fresco, corte-a em pedaços, como no Método do Moinho Úmido, e use um desidratador para secá-la ao longo de 24 horas.

Para desidratar o coco fresco, você pode utilizar o forno na temperatura baixa. Coloque os pedaços cortados da carne de coco em uma assadeira e a cozinhe a uma temperatura baixa durante 8 horas ou até que esteja totalmente seca.

Ah! Se você estiver usando coco comprado em loja, procure usar flocos ao invés do coco ralado, pois ele tende a dificultar os passos posteriores.

2. Coloque o coco no Juicer

Processe o coco seco em pequenas quantidades. Se você usar quantidades muito grandes, corre o risco de entupir o seu Juicer.

O Juicer vai retirar o óleo e o creme da fibra. Continue processando o coco até que todos os flocos tenham sido processados.

3. Processe o coco novamente

Sim, é uma tarefa repetitiva. Porém, o Juicer não será capaz de extrair todo o óleo da primeira vez. Por isso, processe os flocos mais uma vez para garantir até a última gota do óleo.

4. Coloque o óleo de coco numa jarra

O óleo remanescente, que sobrou do processamento, deve ser colocado num jarro de vidro e guardado em local quente. Espere 24 horas para que o creme de coco se deposite no fundo da jarra. O óleo de coco puro subirá para o topo.

5. Separe o óleo

Uma vez que o óleo tenha se separado do creme e se solidificado, utilize uma colher para removê-lo do primeiro recipiente e colocá-lo em um novo. Agora, ele está pronto para usar.

Óleo de Coco Orgânico

Esse tipo de óleo de coco orgânico precisa ter a certificação das autoridades competentes e é considerado assim quando é retirado de frutas que foram cultivadas sem adição de pesticidas.

Porém, podemos considerar que a película mais fina que separa a polpa da casca dura exterior, é um protetor natural que mantém o interior da fruta livre de contaminação por agentes externos.

Dentro dessa classificação, a necessidade de afirmar que o óleo de coco é orgânico refere-se mais a controle de impacto no ambiente do que propriamente às propriedade finais do produto.